Atenção estudantes! Contratos do Fies podem ser renovados até o dia 23

8c063110-5823-0135-bbfd-6231c35b6685--minified (1)

Estudantes beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) devem renovar os contratos até o dia 23 de novembro. O prazo, que terminaria na sexta-feira (16) foi prorrogado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Devem fazer o aditamento aqueles que contrataram o Fies até 31 de dezembro de 2017. Neste semestre, cerca de 890 mil contratos devem ser renovados, de acordo com o FNDE.

A renovação do contrato é feita pelo sistema SisFies. Segundo o FNDE, o prazo foi estendido para que nenhum estudante com contrato a ser renovado fique de fora. “Em virtude do feriado, decidimos dar mais prazo para que todos consigam concluir o processo de aditamento no sistema”, diz o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro, em nota enviada pela autarquia.

O FNDE ressalta ainda na nota que é “fundamental que os alunos acessem o SisFies o quanto antes e não deixem para a última hora”.

Os contratos do Fies precisam ser renovados todo semestre. O pedido de aditamento é inicialmente feito pelas instituições de ensino para, depois, as informações serem validadas pelos estudantes no sistema.

Caso o aditamento tenha alguma alteração nas cláusulas do contrato, o estudante precisa levar a nova documentação ao agente financeiro, que é o Banco do Brasil ou a Caixa Econômica Federal, para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Contratos de 2018

Os estudantes que aderiram ao Novo Fies e contrataram o financiamento em 2018 devem seguir o cronograma da Caixa, que é o Agente Operador do Novo Fies.. Segundo a Caixa, aproximadamente 50 mil estudantes assinaram contratos do Novo Fies no primeiro semestre de 2018. O prazo para esses estudantes vai até 30 de novembro. O aditamento é feito no site da Caixa. O novo Fies, lançado no ano passado, tem modalidades de acordo com a renda familiar.

A modalidade Fies têm juro zero para os candidatos com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos. Nesse caso, o financiamento mínimo é de 50% do curso, enquanto o limite máximo semestral é de R$ 42 mil e é bancado pelo governo.

A modalidade chamada de P-Fies é para candidatos com renda familiar per capita entre 3 e 5 salários mínimos. Nesse caso, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito, que pode ser um banco privado ou fundos constitucionais e de desenvolvimento.



Outras Notícias


Justiça suspende reajuste do pedágio na BR-101 previsto para a próxima semana

MPES investiga relação de 22 mortes com corrupção na Santa Casa de Guaçui

Descoberto esquema criminoso que atua na prefeitura e Câmara de Guaçui

São Bernardino de Sena, homem zeloso

Empresário cachoeirense morre após colidir em barranco

Dia D da vacinação contra a gripe será no próximo sábado (4)

Oito concorrem ao título de Cachoeirense Ausente de 2019

Governo autoriza início de obras do Caminhos do Campo em Cachoeiro de Itapemirim

Sisu abre inscrições para instituições públicas de ensino no dia 2

Cadastro Nacional de Adoção passa por atualização em projeto piloto no ES

Pastoral da Pessoa Idosa emite nota contra reforma da Previdência de Bolsonaro

Cortes de verbas para universidades federais podem indicar futura privatização

Santo Atanásio - Bispo e Doutor da Igreja

Espírito Santo registra primeira morte por supergripe em 2019

Porteiro vence as dificuldades com ajuda de alunos e passa no vestibular

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.