Investimentos para o aeroporto de Cachoeiro serão retomados

Image

O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria dos Transportes e Obras Públicas (Setop) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE), fechou um acordo com o Governo Federal para extinguir a ação que pedia a suspensão do processo de licitação do bloco Sudeste, que inclui a concessão do Aeroporto de Vitória. O acordo foi homologado pela Justiça Federal em audiência de conciliação realizada nesta terça-feira (29).

Segundo o secretário dos Transportes e Obras Públicas, Fábio Damasceno, há um compromisso do Governo Federal na internacionalização do aeroporto de Vitória e a previsão de recursos para o desenvolvimento da aviação regional, incluindo projetos para melhorias na infraestrutura aeroportuária do Estado.

“Com esse acordo, vamos garantir a finalização do aeroporto de Linhares como terminal de passageiros e todos equipamentos para o que ele possa funcionar e também estudos para incluir o aeroporto de Cachoeiro de Itapemirim na malha regional. E com a concessão, teremos a operação de voos internacionais no aeroporto de Vitória. São medidas importantes, que não paralisam a concessão do aeroporto de Vitória e ao mesmo tempo possibilitam investimentos no sítio aeroportuário do Estado”, explica Fábio Damasceno.

Para o procurador geral do Estado, Rodrigo de Paula, o acordo é uma demonstração da capacidade de diálogo do Governo do Estado e como isso ser revertido em benefício da população. A ação judicial havia sido movida pelo Estado no final do ano passado.

“Para nós, esse acordo com o Governo Federal é uma conquista para o povo capixaba. De diálogo aberto, chegamos à um consenso, onde o Estado do Espírito Santo desiste da ação, através deste acordo formal, firmado com o Governo Federal, e assim o mesmo assume o compromisso em contemplar nossos aeroportos regionais nos planos de investimento, além da internacionalização do aeroporto de Vitória”, destacou.

A Audiência de Conciliação ocorreu nesta terça-feira (29) na 3ª Vara Federal Cível de Vitória. As partes concordaram com a extinção da ação, abrindo mão de interposição de recurso.

Além do secretário Fábio Damasceno e o do procurador geral do Estado, Rodrigo de Paula, também participaram da reunião o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann, o procurador geral da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Gustavo Carneiro Albuquerque e o procurador federal José Guilherme Barbosa Oliveira.



Outras Notícias


Governo quer salário mínimo de R$ 1.040 para 2020

Senai Cachoeiro lança primeira turma do Curso de Qualificação Confeiteiro

Benefícios do chocolate: como aproveitar a Páscoa sem pagar o alto preço das contraindicações

Brasil é vice campeão mundial em cirurgias cesáreas

Mulher é morta em distrito de Alegre com pedra de 20 quilos na cabeça

Obras em trecho da rodovia do Valão são retomadas

Operação Quimera efetua prisões e afasta secretários em Vargem Alta

Justiça do ES não cumpre leis de prisão domiciliar para presas com filhos

São Crescente, foi martirizado por não negar a Jesus Cristo

Espetáculo da Paixão de Cristo terá duas apresentações em Jaciguá

Defensoria denuncia racionamento de água em presídio de Cachoeiro

Ministério registra aumento do consumo e produção de orgânicos no Brasil

Santo Isidoro, buscava a salvação das almas

Hospital do ES é condenado por dar falso diagnóstico de HIV

CNC projeta alta de 1,5% para as vendas da Páscoa contra 2% de 2018

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.