Porteiro vence as dificuldades com ajuda de alunos e passa no vestibular

Ozeilto

Foi no ambiente de uma escola particular, em Vitória, que um porteiro teve a ajuda necessária para realizar um sonho: passar no vestibular. Ozeilto Barbosa de Oliveira, de 43 anos, conquistou uma bolsa de 100% através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e vai cursar enfermagem.

Ozeilto Oliveira é porteiro da escola particular há oito anos e conta como tudo começou. “Eu parei os estudos na 4ª série do Ensino Fundamental. O que me motivou a voltar a estudar foi o próprio ambiente de trabalho, onde o objetivo é a educação. Tudo começou quando a secretária da escola, Carmelita, me apresentou a Educação para Jovens e Adultos (EJA), a partir daí resolvi retomar os estudos, pensando nos meus filhos em dar um futuro melhor a eles”.

Ozelito Oliveira é o primeiro da família a conseguir entrar numa faculdade. Ele conta que entrou para um cursinho pré-vestibular e chegava da aula depois das 23h, todas as noites. Após jantar, só dormia depois das 0h, tendo que acordar antes das 5h do dia seguinte para iniciar a rotina de trabalho. “Sempre andei de pé no chão, sabendo que seria difícil e que teria dificuldades. Cada momento desses foi combustível para a conquista dos meus sonhos. Todo o cansaço valeu a pena!”.

O porteiro conta que sua maior alegria é poder ser inspiração para a família e outras pessoas que pensam em correr atrás dos sonhos. “Eu tenho mais três irmãos. Sou o primeiro a chegar até uma faculdade. Meu objetivo é inspirar a todos que acham que é tarde demais para voltar a uma sala de aula. Hoje recebo mensagens de familiares e amigos dizendo que vão voltar a estudar e isso é tudo. Além dos meus filhos, que estão muito felizes pela minha conquista. Espero que isso dê a eles a motivação de seguirem o mesmo caminho”.

Muito querido por toda a escola onde trabalha, Ozelito Oliveira afirma que o amor é que fez brotar o sonho de ser enfermeiro. “A enfermagem é um sonho que sempre tive em mim. Foi um dom que Deus me deu para que eu não seja só mais um profissional, mas alguém que possa ajudar o próximo, por amor”.

A diretora do Darwin, Helô Mannato, 64, foi quem apresentou a história de Ozeilto a partir de uma postagem em uma rede social, que, de forma despretensiosa, chegou a mais de duas mil curtidas. “Assim que o pintamos com tinta em comemoração pelo resultado do vestibular de Enfermagem, através do Sisu, Ozeilto foi levado em todas as salas, aonde foi ovacionado pelos alunos, que se emocionaram com a história. Ele é uma pessoa muito querida aqui na escola. É muito humilde e carinhoso, o que inspira a todos”.

Segundo Heloísa, a história do Ozeilto Oliveira se transformou em um projeto coletivo na escola, onde todos torciam por ele e faziam de tudo para ajuda-lo, inclusive com a doação de livros por parte dos alunos.

A estudante Ingrid Nunes, 22, conta que conheceu Ozeilto Oliveiro na sala de aula, quando começou a fazer o pré-vestibular noturno. “Todos o conhecem. Ele está sempre estudando, mesmo no horário de trabalho. Todos são apaixonados pelo Ozelito. Quando soubemos do resultado, lambuzamos ele de tinta pra comemorar essa conquista, mais que merecida”.



Outras Notícias


Justiça suspende reajuste do pedágio na BR-101 previsto para a próxima semana

MPES investiga relação de 22 mortes com corrupção na Santa Casa de Guaçui

Descoberto esquema criminoso que atua na prefeitura e Câmara de Guaçui

São Bernardino de Sena, homem zeloso

Empresário cachoeirense morre após colidir em barranco

Dia D da vacinação contra a gripe será no próximo sábado (4)

Oito concorrem ao título de Cachoeirense Ausente de 2019

Governo autoriza início de obras do Caminhos do Campo em Cachoeiro de Itapemirim

Sisu abre inscrições para instituições públicas de ensino no dia 2

Cadastro Nacional de Adoção passa por atualização em projeto piloto no ES

Pastoral da Pessoa Idosa emite nota contra reforma da Previdência de Bolsonaro

Cortes de verbas para universidades federais podem indicar futura privatização

Santo Atanásio - Bispo e Doutor da Igreja

Espírito Santo registra primeira morte por supergripe em 2019

Porteiro vence as dificuldades com ajuda de alunos e passa no vestibular

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.